2 de novembro de 2007

das idioten XL

Há cerca de um mês e meio, um homem morreu, a caminho do Hospital de Ponte de Lima, alegadamente por a ambulância onde seguia, ser retida pela BT por demasiado tempo. O Público (sem link) noticia hoje que a GNR absolveu os militares no inquérito que fez. A culpa morreu solteira...

2 comentários:

jorge c. disse...

Ninguém tem culpa de um ataque cardíaco. A culpa aqui não morre solteira. Só porque uma pessoa morre não se pode tentar arranjar culpados à força.
Agora, é claro que pode existir nexo de causalidade entre o tempo da operação e a morte.
Uma coisa é querermos que alguém tenha culpa outra coisa é essa pesosa ser mesmo culpada.

GRaNel disse...

Se existe nexo de causalidade existe culpa. Ou não?