30 de dezembro de 2007

das idioten LI

Há anos que a Caixa e o, na altura, BCP combinavam taxas. Há anos que os dois não inovavam sem dar conhecimento ao parceiro/concorrente. Agora foram mais longe. Trocaram de executivos. Num momento de aflição do Millennium, a Caixa sai em seu socorro. Cede 3 dos seus administradores, um deles o presidente. O caso é tão mais grave quando o maior banco do país, sabemos bem à custa de quem, não tem uma única clausula no contrato de trabalho que impeça esta debandada. Para terminar a festa, PS e PSD lutaram na praça pública para as nomeação do presidente da caixa. Aparentemente, o PSD sai vencedor com a nomeação de um seu militante. Não percebem porém que é mais uma bofetada de Sócrates que leva para a caixa alguem idóneo e que só é militante por esquecimento e nunca ter enviado a carta de rescisão...
Enfim, é Portugal no seu melhor...

1 comentário:

marta disse...

Bom ano Granel!

não estavas habituado a trabalhar, heim?

sorriso carinhoso