11 de agosto de 2007

O caneco vai para Alvalade



Três bolas ao poste, um pénalti por assinalar e um golo fantástico. O resultado é injusto mas o futebol é assim mesmo.

11 comentários:

Rogério Oliveira disse...

No outro post era "Venha a Supertaça", agora chamas-lhe caneco. Estou desejo por saber o que irás chamar à Superliga e à Taça de Portugal, lá mais para a frente. Tá bem tá.

GRaNel disse...

Caneco não é depreciativo... é um termo comum que se usa. Talvez o ter peerdido justifique o seu uso mas sinceramente, não creio. Quanto ao resto, com o Sporting a jogar assim este foi a primeira e a última conquista da época. Não temos medo. Bem, se continuar assim talvez dos árbitros...

Funes, o memorioso disse...

Bolas ao poste, penaltis por assinalar. É um hábito dos perdedores: falarem de vitórias morais e da nota artística.
Não se preocupe. Os sportinguistas e os benfiquistas fazem o mesmo, quando perdem.

jorge c. disse...

Eu não faço isso.
Os fracos fazem isso!

GRaNel disse...

Apenas duas correcções caro Funes. O Porto é tudo menos uma equipa perdedora e eu não falo na vitória moral ou na nota artistica. Não me viu nem ouvirá dizer que jogámos melhor. Apresento dois factos... é ligeiramente diferente.

Funes, o memorioso disse...

Granel,

No futebol, há bolas metidas na baliza.
Dois factos depois do jogo chamam-se "nota artística".

GRaNel disse...

É um ponto de vista sem duvida. Mas para quem vê o futebol com paixão, como eu, são "notas artisticas" importantes. Nunca me custou perder, ver perder neste caso, quando vejo a superioridade do adversário. Tal não aconteceu no sábado. É por isso que custa ainda mais.

Funes, o memorioso disse...

Nunca me custou perder, ver perder neste caso, quando vejo a superioridade do adversário. Tal não aconteceu no sábado. É por isso que custa ainda mais.

Caro Granel,

Julgo que sabe que eu sou sportinguista. Julgo também que sabe que considero qualquer desporto de alta competição como o futebol uma coisa absolutamente desprezível.
Não vi o jogo. Soube do resultado no Domingo de manhã, ao ler o jornal. Não vou discutir a vitória moral do Porto que não me custa nada a admitir.
Mas agora, a pensar em si, gostava que tivesse sido também do Porto a vitória real. É que os adeptos do FCP são os únicos que se orgulham das ridículas supertaças que ganharam. São os únicos que sofrem quando as perdem.

GRaNel disse...

Desde que não chegue ao fanatismo, a linha é dificil de definir, é salutar. O Futebol tem de ser vivido com paixão.

Funes, o memorioso disse...

Concordo com uma coisa: o futebol só faz sentido se for vivido com paixão, se nos embedarmos e batermos na nossa mulher, quando o nosso clube perde e se nos embebedarmos e a levarmos a jantar fora, quando o nosso clube ganha.
É por isso que eu tenho um bocado de nojo de mim mesmo, quando digo que sou do sporting.
Nunca me embebedo. E sou eu que apanho, quando o clube da minha mulher (o FCP) perde.
No Sábado tive sorte. Estávamos na casa de Linhares da Beira e lá não temos televisão. Só soubemos o resultado no Domingo. Senão tinha sido obrigado a dormir no carro. A casa é dela.

jorge c. disse...

É só para dizer que vou combinar com o PBL e vamos comprar um plasma para oferecer a Madame Funes para colocar em Linhares da Beira, com sporttv e tudo!

Um gajo que diz salutar não deve viver mais! Mate-se, seu fanático pitosga!