13 de agosto de 2007

E agora?

Isto de filosofia animal tem muito que se lhe diga. Principalmente para mim, que sou impaciente e nunca tive jeito para ensinar fosse o que fosse (poupem as gracinhas de quem não sabe não ensina, o assunto é outro). A tarefa era relativamente simples. Era... consistia em levar o Cacau a fazer as necessidades fora do apartamento. De preferência já do lado de lá do hall do prédio. À custa de uns biscoitinhos e de muitas festinhas na rua e o mesmo número de repreensões em casa lá consegui que os montinhos e os aguaceiros só acontecessem lá fora. Consegui mesmo que fossem maioritariamente nos relvados ou em terrenos ainda por construir, com areia portanto. Tudo ia bem. Muito bem. Mesmo o ter de levar o cão 5 vezes à rua não me estava a fazer confusão. Até ao dia, hoje, em que o boi me começa a trocar as voltas. Como sabia que quando fazia chichi lhe batia e depois o levava à rua e que quando fazia chichi na rua lhe dava um biscoito e brincava com ele, começou a fazer meia mija cá em cima e meia mija lá fora. Tudo por causa dos biscoitos. As palmadas pouco o afligem. Meio problema resolvido é um passo em frente mas agora não sei mesmo o que fazer ao bicho. No top das ideias, fraldas e/ou algálias chegaram ao número 1. Se o caro leitor quiser contribuir, sou todo ouvidos. E nem vou falar nos outros stresses. Esses, ele resolve com este olhar tipo Gato das Botas (é só escolher o Puss in boots, ir à galeria e ver a 5ª foto).

7 comentários:

jorge c. disse...

Que sensivel que ele é!
Haviam de o ver a insultar um canito piquinito na Barra às 7 da manhã, só porque não era um cão raçado ou com mais de 20 centímetros.
VIGARISTA!

Rogério Oliveira disse...

Esquece isso de biscoitos. Dar ração e água sempre ás mesmas horas, e retirar o que sobrar passado meia hora. Levá-lo logo a seguir às refeições e à água, e sempre nos mesmos horários. Depois sim, uma guloseima ou uma festa.
Eu sei Miguel, acordar cedinho e respeitar horários não é nada fácil para ti, mas ao fim de dois mesitos vais ver que está feito.

Marta Araújo disse...

São idades - tando a do animal como a do dono - um bocadinho complicadas para educar de facto.

Agora mais a sério. Pensa que é só uma fase e que, por mais que não pareça, os resultados vão surgir. Força aí rapaz! Não desistas! Vai em frente! É uma causa mais do que válida lol

otilia disse...

Fiquei preocupada...parece que te querem educar, a ti????

Mofina Mendes disse...

Necessidades no relvado? Ai Granel, que desilusão...

GRaNel disse...

Repare Mofina que o cão tem de fazer em algum lado. É óbvio que apanho o que ele faz. E acredite que me sai do bolso. Cada saco custa perto de 1€ (se calhar, sou um felizardo por ele fazer em casa, já devo ter poupado uns 50€. Posto isto, acho que mais vale ele sujar um bocadito de relva, que é suposto ninguem calcar, do que os passeios... mas como disse no post, estou aberto a sugestões.

PBL disse...

Olha, agora o pobre do bicho já não pode fazer onde lhe apetece.
Antes do 25 de Abril, isto tinha nome.