30 de agosto de 2007

Damon Albarn

Apesar de ainda ter cara de miúdo, Damon Albarn, conta já com 39 anos. Blur, a sua primeira banda parece que ainda está na esquina que acabámos de dobrar mas já lá vão quase 20 anos. Estiveram sempre na frente da Britpop, furos acima de qualquer banda do reino de sua majestade sua contemporânea, Oasis obviamente incluídos. Do mediático Parklife ao intimista 13, foram 7 os álbuns que a banda editou. Todos com o cunho vincado de Damon.

Após algum tempo de meditação dedicou-se de alma e coração aos Gorillaz (myspace da banda), a primeira “banda virtual” a tocar música (ir)real. Editaram apenas dois álbuns, Gorillaz em 2001 e Demon Days em 2005, mas estão ambos recheados de êxitos, e mais do que isso, de boa música. El mañana, a música que aqui deixo, traz ainda um videoclip fantástico que sempre me fez lembrar o mestre Hayo Miyazaki, o fundador da casa Ghibli, que trouxe para a ribalta entre outros, A Viagem de Chihiro, que lhe valeu um Óscar.

Mais recentemente, Damon entregou-se ao projecto, The Good, The Bad and The Queen, um regresso aos sons de Blur

7 comentários:

jorge c. disse...

Dedique-se à pesca! Já basta dos criticos de música dos jornais, não temos que levar com a sua falta de conhecimento.

No entanto, é um dos meus artistas de eleição, esse tal Abnormal!

GRaNel disse...

Se conseguir apontar um erro a este post recebe o chupa-chupa caro Jorge. Ou pode vir buscá-lo pessoalmente...

smartdrink disse...

simplesmente... brutal!
Ao bar, ao bar, ao bar...

jorge c. disse...

Com internet não é difícil.
Se bem que em relação à sonoridade de The Good, the Bad and the Queen posso discordar, mas seria bater em meninos. Duvido que alguma vez tenha ouvido falar de Tony Allen ou Paul Simonon. Reconhecê-los-ia pelo cheiro dos instrumentos!

Aguia disse...

esta banda (ir)real é dos melhores projectos que alguma vez existiram no mundo musical/televisivo.

É refrescante saber que ainda não se gastou tudo que há para explorar

E o concerto deles ao vivo ( de forma surrealista claro) é divinal

lu disse...

Caro Granel

Deixe de fazer críticas musicais, e dedique-se a fazer aquilo que melhor sabe fazer - nada!!!

GRaNel disse...

Os tolinhos andam mesmo por aqui... eu não fiz uma critica. Vejam lá se não é mais um elogio???